quinta-feira, setembro 18, 2014

Palestra Gratuita em Volta Redonda - Meditação e Física Quântica - NOVA DATA - 8/10, QUARTA-FEIRA



clique na imagem para ampliar
 

Palestra Gratuita:


Meditação e Física Quântica



Neste encontro discutiremos
os principais conceitos da teoria quântica e sua interconexão com a prática da meditação.

A meditação hj é reconhecida cientificamente como uma prática que traz inúmeros benefícios físicos e mentais. A Física Quântica nos leva a uma nova visão de mundo e de nosso papel dentro dele. Veremos neste evento como estas duas linhas se complementam.

Dia 8 de outubro às 20h no Clube Filatélico em Volta Redonda.

Mais informações e inscrições pelo e-mail fisicaquantica@uol.com.br

Palestrante: Eliane Xavier


Mestre em Física Quântica pela UFPR, pesquisadora do grupo Física e Humanidades do CBPF (Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas) e praticante budista, aluna do Lama Padma Samten desde 2004. Atualmente trabalha com cursos de Pós-Graduação e Palestras levando a interdisciplinaridade da Física Quântica com outras áreas de estudo.

 

 



terça-feira, setembro 16, 2014

Pequeno vídeo introdutório sobre a Teoria Quântica - TV UFPR

 
 
Neste vídeo os professores Márcio Bettega e Eliane Xavier introduzem os conceitos básicos de
Física Quântica para o público leigo. Bastante didático. Para quem tem curiosidade sobre o tema
 vale a pena!
 

segunda-feira, setembro 01, 2014

As Sete Leis Espirituais (Deepack Chopra)


Segunda Lei - A Lei da Doação

O universo opera através de trocas dinâmicas, nada é estático.
O fluxo da vida nada mais é do que interação harmoniosa de todos os elementos e todas as forças que estruturam o campo da existência. Esta operação harmoniosa opera pela lei da doação. Da mesma forma que se o sangue parar de fluir começa a coagular, estagnar. Por isso você tem necessidade de dar e receber. Essa troca é que mantém a sua saúde e a sua afluência - do que for - circulando em sua vida.
Como as águas de um rio, o dinheiro, os relacionamentos, dependem de dar a receber. O dinheiro tem de fluir para não estagnar, para não sufocar sua força vital. A circulação o mantém saudável e energizado. Da mesma forma todo relacionamento depende de dar e receber. Dar engendra receber, receber engendra dar. O que sai tem que voltar. Na realidade receber é o mesmo que dar, porque dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia universal. Se você interfere no fluxo de um ou de outro interfere na inteligência da natureza.
Toda semente traz em si a promessa de muitas flores. Mas a semente não pode ser guardada. Ela precisa doar sua intrínseca capacidade de gerar ao solo fértil. Ao doar-se seus fluxos vitais invisíveis manifestam-se materialmente.
Assim quanto mais você dá mais você recebe, porque mantém a abundância do universo circulando em sua vida.
O mais importante é a intenção que há por trás do dar e receber. A intenção deve ser a de provocar sempre alegria em quem dá e em quem recebe, porque a felicidade é provedora e sustentadora da vida. Se você dá de má vontade, ou achando que perdeu alguma coisa, não há energia por trás do seu ato.
Praticar a lei da doação é muito simples. Se você quer alegria, dê alegria aos outros. Se deseja amor, aprenda a dar amor. Se quer bens materiais, ajude os outros a se tornarem mais ricos. A maneira mais fácil de se conseguir o que se quer é ajudar os outros a conseguir o que querem.
A mera ideia de dar, de abençoar, de oferecer uma simples oração, tem o poder de afetar a vida dos outros.
Se você busca as coisas boas, não só para você , mas para os outros, tudo o mais virá a você espontaneamente.
Se proponha a dar um presente a todo lugar que for, a todas as pessoas que você encontrar. Esse presente pode ser um cumprimento, uma flor, uma oração. Receba agradecido diariamente todas as dádivas que a vida oferece: a luz do sol, o canto dos pássaros, as flores, a neve do inverno. Assuma o compromisso de manter a riqueza circulando em sua vida, dando e recebendo os mais preciosos presentes: carinho, afeição, apreço, amor. Desejar em silencio, felicidade e muita alegria toda vez que encontrar alguém.
(texto na íntegra no livro - As Sete Leis Espirituais do Sucesso - Deepak Chopra)

 

Terceira Lei - A Lei do Carma, ou de causa e efeito

 Toda ação gera um força energética que retorna a nós da mesma forma... O que semeamos é o que colhemos. E quando escolhemos semear ações que levam felicidade e su...cesso aos outros, o fruto de nosso carma é a felicidade e o sucesso.
Tanto vc quanto eu somos escolhedores infinitos. Em nossa vida, a todo momento, entramos no campo de todas as possibilidades, onde temos acesso a uma infinidade de escolhas. Algumas dessas escolhas são feitas conscientemente. Outras não. Portanto a melhor maneira de entender e utilizar ao máximo a lei do carma é estar conscientemente alerta para as escolhas que fazemos a todo momento. Quer vc goste ou não, tudo o que está acontecendo neste momento é resultado de escolhas feitas no passado. Infelizmente muitos fazem escolhas inconscientes e , por isso, acham que não são escolhas. Mas são.
Se eu o insulto é provável que vc escolha se sentir ofendido. Seu eu lhe faço um cumprimento, é provável que vc escolha sentir-se grato e envaidecido. Pense bem: é sempre uma escolha.
Em outras palavras, toda pessoa constitui - mesmo sendo um escolhedor infinito - um feixe de reflexos condicionados. Eles são disparados, constantemente, por circunstâncias e por pessoas, resultando em comportamentos previsíveis. Devido ao condicionamento temos respostas repetitivas e previsíveis aos estímulos do ambiente. Nossas reações parecem ser disparadas automaticamente por pessoas e por circunstâncias. No entanto, esquecemos um fato: estas reações são também escolhas que fazemos a todo momento. Simplesmente estamos escolhendo inconscientemente. Se vc parar um pouco e observar suas escolhas no momento em que elas ocorrem, mudará este aspecto de inconsciência. O simples ato de observá-las transfere todo o processo do terreno do inconsciente para o terreno do consciente. Esse procedimento - escolher e observar conscientemente - é muito enriquecedor.
(texto na íntegra no livro - As Sete Leis Espirituais do Sucesso - Deepak Chopra)
nota - Também adquirimos carma pela repetição de ações. Quanto mais realizamos um ato, ou agimos de determinada maneira, mais propensos a fazer aquilo novamente nós ficamos. Tanto para ações positivas, quanto para ações negativas.


Quarta Lei - A Lei do Mínimo Esforço

 Esta lei se fundamenta no fato de que a inteligência da natureza funciona com tranquila facilidade e sem nenhuma ansiedade. Este é o princípio da mínima ação, da não resistência.... É portanto, o princípio da harmonia e do amor. Se vc observar a natureza verá que ela despende o mínimo esforço em seu funcionamento. A grama não se esforça para crescer, apenas cresce. As flores não se esforçam para abrir, apenas abrem. Os pássaros não tentam voar, apenas voam.
O mínimo esforço é dispendido quando suas ações são motivadas pelo amor, porque a natureza se mantém unida pela energia do amor. Quando vc procura controle e poder sobre as pessoas está desperdiçando energia. Quando se move pelo egoísmo desperdiça energia buscando uma ilusão de felicidade, em vez de desfrutar da felicidade do momento. Mas se seus atos são movidos pelo amor não há perda de energia. Ao contrário, sua energia se multiplica e acumula.
A lei do mínimo esforço possui três componentes básicos. O primeiro componente é a ACEITAÇÃO. Aceitar significa simplesmente assumir o compromisso de aceitar pessoas, situações, circunstâncias e fatos, da maneira como se apresentam. Isto significa entender que este momento é como deve ser, porque todo o universo é como deve ser. Quando vc luta contra este momento está lutando contra todo o universo. Você pode querer que as coisas sejam diferentes no futuro, mas hoje vc deve aceitar as coisas como elas são.
Isto nos leva ao segundo componente da lei do mínimo esforço, a RESPONSABILIDADE. Responsabilidade é não ficar culpando alguém, ou alguma coisa pela situação, muito menos a si mesmo. Aceitando a circunstância, o fato, o problema como ele se apresenta no momento, a responsabilidade passa a ser a capacidade de ter uma resposta criativa para aquela situação como ela se apresenta no momento. Todos os problemas contém em si as sementes da oportunidade. A consciência disto permite transformar este momento numa situação ou numa coisa melhor. A realidade é uma interpretação. Se vc escolher interpretar a realidade por este novo ângulo , terá muitos mestres a sua volta, e muitas oportunidades para evoluir.
O terceiro componente a lei do mínimo esforço é a INDEFENSIBILIDADE, ou seja, desarmar seu espírito, abrir mão da necessidade de convencer e persuadir os outros de seus pontos de vista. Se vc observar as pessoas verá que elas passam 99% do tempo defendendo seus pontos de vista. Se vc simplesmente desistir disso ganha acesso a imensas quantidade de energia antes desperdiçadas. Quando vc passa o tempo defendendo suas posições, culpando os outros, e não aceitando render-se ao momento determinado, sua vida transforma-se num embate de resistências. E toda vez que encontrar resistência, se tentar forçar a situação, a resistência só aumentará (tudo o que vc resiste, persiste).
Quando vc reunir a refinada combinação de aceitação, responsabilidade e indefensiblidade, sentira a vida fluindo com tranquila facilidade. E se vc se manter aberto a todos os pontos de vista - sem se prender rigidamente a nenhum deles - seus sonhos e desejos fluirão com os desejos da natureza. Então vc poderá se liberar de suas intenções, sem se prender a elas, e esperar pelo momento apropriado para que seus desejos desabrochem e se tornem realidade. Pode estar certo de que na hora certa eles e manifestarão.
(texto na íntegra no livro - As Sete Leis Espirituais do Sucesso - Deepak Chopra)


Quinta Lei - A Lei da Intenção e do Desejo  

Esta lei se fundamenta no fato de que a energia e a informação existem em toda parte na natureza. De fato, no nível do campo quântico, não há nada além de energia e inform...ação. Campo quântico é apenas outro nome do campo da consciência pura ou da potencialidade pura. Esse campo quântico é influenciado pela intenção e pelo desejo.
No âmbito da natureza nós somos espécies privilegiadas. Temos um sistema nervoso capaz de nos tornar conscientes do conteúdo energético e informativo deste campo localizado, que dá origem ao nosso corpo físico. Nós experimentamos este campo subjetivamente na forma de pensamentos, sentimentos, emoções, memórias, instintos, impulsos, princípios. Objetivamente o mesmo campo é experienciado como corpo físico e, através do corpo físico, como mundo. Mas é tudo a mesma coisa.
Seu corpo não está separado do corpo do universo porque, segundo a teoria quântica, não há limites bem definidos. Você é como uma agitação, uma ondulação, uma flutuação, um redemoinho, uma perturbação localizada no campo quântico maior. O grande campo quântico - o universo - é o seu corpo estendido.
O sistema nervoso humano é capaz de perceber a energia e a informação contidas em seu próprio campo quântico. E mais: por ser a consciência humana infinitamente flexível através de seu maravilhoso sistema nervoso, você também é capaz de mudar conscientemente o conteúdo informativo que dá origem ao seu corpo físico. Você pode mudar conscientemente o conteúdo energético e informativo do próprio quantum do corpo mecânico quântico, portanto pode influenciar o conteúdo energético e informativo do seu corpo estendido - o ambiente ao seu redor, o mundo - e fazer com que as coisas se manifestem nele.
A mudança consciente acontece através de duas qualidades inerentes à consciência: a atenção e a intenção. A atenção energiza; a intenção transforma. Quando você concentra sua atenção em alguma coisa, ela fica mais forte na sua vida. Quando você afasta a atenção, ela enfraquece, desintegra, desaparece.
A intenção lança as bases para o fluxo tranquilo espontâneo e natural da potencialidade pura, que busca expressar-se do não-manifesto ao manifesto. A única exigência é que você use sua intenção em benefício do ser humano. Isso acontece espontaneamente quando você está em alinhamento com as sete leis espirituais do sucesso.
(texto na íntegra no livro - As Sete Leis Espirituais do Sucesso - Deepak Chopra)


Sexta Lei - A Lei do Distanciamento

Segundo esta lei para se conseguir qualquer coisa na natureza é preciso desistir do apego a ela. Isso não significa desistir da intenção de criar um desejo. Você abandona apenas ...o apego aos resultados.
É uma atitude muito poderosa. No momento em que você desistir de seu apego aos resultados, misturando, simultaneamente atenção unidirecionada com distanciamento, terá tudo o que deseja. O distanciamento permite alcançar qualquer coisa porque ele se baseia na sua crença inquestionável no poder do seu verdadeiro Eu.
É a consciência que sabe como satisfazer todas as necessidades. O resto é simbólico: casas, carros, contas bancárias, roupas, aviões. Os símbolos são transitórios; eles vem e vão. Perseguir símbolos é como instalar-se no mapa e não no território. Isso cria ansiedade e acaba levando você a se sentir vazio e oco por dentro, porque está trocando o Eu pelos símbolos do Eu.
Para viver esta experiência você tem de estar apoiado na sabedoria da incerteza. Na incerteza você encontrará liberdade para criar o que quiser. As pessoas buscam constantemente segurança. Você descobrirá que buscar segurança na verdade é uma coisa muito efêmera. Até o apego ao dinheiro é sinal de insegurança. Você pode dizer: "quando eu tiver x milhões de dólares estarei seguro, financeiramente independente e poderei me aposentar; aí poderei fazer o que realmente desejo. Mas isso nunca acontece - nunca acontece.
A busca da segurança é uma ilusão. Para a tradicional sabedoria ancestral, a solução deste dilema está na sabedoria da insegurança, ou na sabedoria da incerteza. Isso quer dizer que a busca de segurança e de certeza é, na verdade, um apego ao conhecido. E o que é ele afinal? O conhecido é o nosso passado. O conhecido nada mais é que a prisão dos velhos condicionamentos. Não há nenhuma evolução nisso - absolutamente nenhuma. E quando não há evolução há estagnação, desordem, ruína.
A incerteza, por sua vez, é terreno fértil para a criatividade e para a liberdade. Incerteza significa entrar no desconhecido em todos os momentos de nossa existência. O desconhecido é o campo de todas as possibilidades, sempre frescas, sempre novas, sempre abertas para a criação de novas manifestações. Sem a incerteza e o desconhecido, a vida é apenas a repetição viciada de memórias velhas. Você cai vítima do passado e o seu torturador de hoje é o que sobrou de você ontem.
Uma das características do campo de todas as possibilidades são as correlações infinitas. Esse campo consegue reger uma quantidade de eventos no tempo-espaço para conseguir os resultados pretendidos. Mas, quando você está apegado, sua intenção fica presa num rígido espaço mental. Assim a fluidez, a criatividade, a espontaneidade inerentes àquele campo se perdem. Quando você se apega a uma ideia pronta, o seu desejo, antes fluido e flexível, fica congelado numa estrutura rígida que interfere em todo o processo de criação.
A lei do distanciamento acelera todo o processo de evolução. Quando você entende esta lei não se sente compelido a forçar soluções. Se você forçar a solução de problemas, só vai criar mais problemas. Mas se dirige sua atenção para a incerteza e observa essa incerteza enquanto espera a solução emergir do caos e da confusão , o que aparecer será fabuloso e excitante.
(texto na íntegra no livro - As Sete Leis Espirituais do Sucesso - Deepak Chopra)


 Sétima Lei - A Lei do Darma ou do propósito de vida

Segundo a lei do darma, assumimos uma forma física para cumprir um propósito de vida. O campo da potencialidade pura é divindade em essência. É o divino assumindo a forma humana para cumprir um propósito.
De acordo com esta lei, você tem um talento singular, e uma maneira única de expressá-lo. Existe alguma coisa que você consegue fazer melhor do que todo mundo. E para cada talento singular, em sua forma única de se expressar, existem necessidades específicas. Quando essas necessidades se combinam com a expressão criativa de seu talento, surge a fagulha que cria a riqueza.
Se você ensinar estes pensamentos para as crianças poderá ver seus efeitos.
A lei do darma apresenta três componentes. O primeiro é o de que estamos aqui para encontrar nosso verdadeiro Eu, para descobrir que nosso verdadeiro Eu é espiritual, que somos essencialmente seres espirituais expressos numa forma física. Estamos aqui para descobrir nosso Eu superior, ou espiritual. Essa é a primeira coisa que se cumpre na lei do darma. Precisamos descobrir por nós mesmos que temos em nosso interior um embrião de deus ou deusa desejoso de nascer e de expressar sua divindade.
O segundo componente é o de que devemos expressar nosso talento singular. A lei do darma diz que todo ser humano tem um talento único. Ele é único em sua expressão e tão específico que ninguém mais em todo o planeta tem um igual, ou maneira parecida de expressá-lo. E quando está expressando este talento único - muita gente tem mais de um talento único - você penetra na consciência atemporal.
O terceiro componente é o de que devemos servir a humanidade. Para isso devemos fazer as seguintes perguntas: "como posso ajudar?" Como posso ajudar a todos que tenho contato?
Quando você combina a capacidade de expressar seu talento único com benefícios a humanidade, está fazendo pleno uso da lei do darma. Essa é a maneira de se obter abundância ilimitada. E ela é permanente por causa do seu talento único, da sua maneira específica de expressá-lo, dos benefícios e dedicação a seus semelhantes, que se descobriu ao se perguntar: "como posso ajudar?", em vez de "o que vou ganhar com isso?"
A pergunta "o que vou ganhar com isso?" é o diálogo interior do ego. A pergunta "como posso ajudar?" é o diálogo interior do espírito. O espírito é aquele domínio de nossa consciência em que experimentamos nossa universalidade. Ao mudar seu diálogo interior - do "que ganho com isso?" para "como posso ajudar?" - automaticamente você está indo além do ego e entrando no domínio do espírito. Embora a meditação seja o melhor caminho para entrar no domínio do espírito, a mudança do seu diálogo interior para "como posso ajudar?" também dará acesso a ele, ao domínio da consciência onde você experimenta sua universalidade.
(texto na íntegra no livro - As Sete Leis Espirituais do Sucesso - Deepak Chopra)